Quarta-feira, 18 de Outubro de 2017 -
VEREADOR/SINDICALISTA

Paulo Soares: 'Cidade com 18 mil desempregados não pode ter alojamento'

Vereador e presidente do Sindicato Metabase disparou contra a contratação de pessoas de outras cidades por empresas que se instalam em Itabira
25/09/2017 13h12
Rodrigo Andrade
RODRIGO ANDRADE/DEFATO
Paulo Soares criticou contratação de pessoas de outras cidades por empresas que se instalam em Itabira

O vereador e presidente do Sindicato de Itabira e Região, Paulo Soares de Souza (PRB), subiu o tom contra a contratação de pessoas de outros municípios por empresas que se instalam na cidade. Para o parlamentar, é absurdo que um local com 18 mil desempregados (segundo números do sindicato) ainda tenha alojamentos para abrigar os “forasteiros”.

Durante uso da tribuna na Câmara, Paulo disse ter conversado com o prefeito Ronaldo Magalhães (PTB) recentemente sobre esse assunto. De acordo com o vereador sindicalista, o chefe do Executivo concordou com seu posicionamento e prometeu reivindicar junto às empresas a contratação de itabiranos. “É uma negociação política que precisa ser feita. Uma empresa ganhou uma licitação ou um contrato para se instalar em Itabira? Então que receba a lista com todas as pessoas inscritas no Sine. Tem muita gente a espera de um emprego na cidade”, disse.

O parlamentar citou exemplo de uma empresa que firmou contrato com a Vale nos últimos meses para serviço de instalações em Itabira. Ele disse ter conversado com funcionários que contaram ter vindo de Belo Horizonte. “Estão trazendo gente de fora para fazer montagem. É absurdo isso. Uma cidade com 18 mil desempregados e tem empresa criando alojamentos. Isso não pode acontecer”, criticou.

O sindicalista defendeu que o prefeito faça a intermediação com os próprios empreiteiros. Ele disse não acreditar nos percentuais informados pela Vale, que indicam índice superior a 70% de itabiranos no quadro direto da empresa.

Outro assunto comentado pelo vereador foi a situação da fila que se verifica quase que diariamente em frente ao Sine, chamada de “fila da vergonha” por Paulo Soares. O republicano também cobrou da administração municipal que dê um fim nesse problema. “O trabalhador já passa pela humilhação de não estar empregado e ainda tem que passar por essa outra humilhação que é ter que madrugar numa fila. É preciso haver uma outra maneira”, reivindicou. 

Se você não tem Facebook, utlize o formulário abaixo para comentar.
25/09/2017 - 14h36
Dasley
ITABIRA
Procuro emprego em BH e Ipatinga noite sim noite não. Assim posso ir e voltar. Compenssa. Muita gente fazendo isso é dando certo Fica a dica.
3 6
26/09/2017 - 16h41
MARIA SALOME
ITABIRAMG
itabira terra sem lei o povo de itabira esta sendo massacraado e ninguem faz nada , infelizmente temos cadeira de mais na camara sendo ocupada por pessoas imcompetentes , q nen isso pode correr atras itabiranos daqui a 3 anos vcs vao tods votar //
2 0
Novo comentário
Sou cadastrado
Não sou cadastrado
Comentário
Leia mais em: Política
Mais
Emprego